Minha experiência com o Feisty Fawn Beta

Categoria: Ubuntu | Palavras-chave: Sem palavras-chave

Olá! Meu nome é André Almeida, sou programador PHP e moro em Florianópolis e a convite do Ivan vou passar a escrever alguns posts aqui no Ubuntero. Espero que vocês gostem dos meus posts.

Me tornei um usuário e fã do Ubuntu a menos de um ano, porém uso o Linux a mais tempo. Já usei as distribuições Conectiva, RedHat, Fedora (4, 5, 6) e agora Ubuntu (Dapper e Edgy). No mundo dos blogs eu comecei em 2002 com o Na Boa!, depois em 2006 eu criei o meu blog pessoal o Mundo Andre e agora também vou passar a escrever no Ubuntero. ;-)

O meu primeiro post aqui vai ser sobre a minha experiência com o Feisty Fawn, codinome para a versão 7.04 do Ubuntu, que está agendada para ser lançada em 19 de abril.

Essa semana resolvi instalar a versão beta do Ubuntu a Feisty Fawn, a instalação é muito parecida com as versões anteriores do Ubuntu, a diferença que me chamou atenção foi na tela de escolher em que parte do disco será instalado o sistema operacional. Agora aparece uma opção para redimensionar uma partição existente e usar o espaço criado para instalar o Ubuntu, essa opção é útil para instalar o Ubuntu em computadores que já tenham outro sistema operacional instalado, pois é possível manter a instalação do mesmo e arrumar um espaçozinho para o Ubuntu.

Eu não pretendo fazer uma análise do Feisty Fawn, e sim falar da minha experiência com esta versão, infelizmente não foi das melhores.

Após a instalação a primeira coisa que fiz foi configurar a internet e fazer todas as atualizações disponíveis, tudo ocorreu normalmente. Após, resolvi fazer as configurações para compartilhar a internet com outro computador usando as duas placas de rede do meu computador, uma placa está ligada ao modem e a outra ao outro computador. Aí começaram os meus problemas, o Feisty tem uma nova ferramenta para a rede, esta maldita (para mim pelo menos), te permite selecionar qual rede você quer monitorar só que comigo ele só deixa ativa a rede selecionada. Ou seja, ou eu deixo ativo a conexão com o outro PC ou com o Modem.

O mais perto de uma solução que eu cheguei para conseguir deixar as duas conexões ativas foi tirar essa ferramenta da inicialização e alterar o arquivo interfaces botando a linha “auto eth0” para o fim do arquivo e para funcionar o compartilhamento da internet eu preciso dar um restart na rede toda vez que inicía o computador. =/

Outra novidade do Feisty Fawn é o “Desktop Effects” que vem pré instalado. A minha experiência com o Desktop Effects não foi das melhores também, quando ativei o efeitos fiquei muito satisfeito com o resultado, porém ao ativar o efeito de cubo e ver que nada aconteceu e ainda começaram a ocorrer diversos bugs fiquei meio chateado.

Por tudo isso, a hora que eu tiver um tempinho vou voltar para o Edgy.

Na minha opinião, o Ubuntu continua sendo uma distribuição maravilhosa, o Feisty Fawn tem tudo para ser uma ótima versão. Mas para o lançamento final deviam olhar mais para estas duas novas ferramentas: o Network Manager e o Desktop Effects.

Então é isso pessoal, esse é o meu primeiro post no Ubuntero. O que vocês acharam do meu primeiro post? É só deixar registrado aí nos comentários.

Publicado em 30 de Março de 2007 | 3 Comentários

3 Comentários

  1. Leandro Zis disse:

    Só fala das coisa ruim? E a instalação de drivers proprietario que agora é feita só com um clique? Software livre é isso, os usuários são os beta testers. ;-) Procurando coisa q funciona então compra um mac.

  2. Para mim a rede funcionou entre os dois computadores que tenho, porém, ao tentar brincar com o firestarter pela primeira vez, a internet não foi compartilhada, terei que usar meu velho e bom amigo script easy firewall.

  3. Ulysses disse:

    Tche, o cubo é melzinho na chupeta.

    gconftool-2 –type int –set /apps/compiz/general/screen0/options/hsize 4

    gconftool-2 –type int –set /apps/compiz/general/screen0/options/number_of_desktops 1

    E tá morta a cobra…

Deixe seu comentário

Website