Microsoft diz que Linux viola suas patentes

Categoria: Geral | Palavras-chave: Sem palavras-chave

MicrosoftMicrosoft volta a acusar o Linux, e alguns aplicativos, de violar suas patentes, mas não diz quais são estas patentes. A empresa de Redmond acusa o Linux de violar 42 patentes de sua propriedade. Mas a Microsoft não para por aí, agora está acusando softwares livres de violarem patentes de interface gráfica. Segundo a Microsoft, mais 65 patentes estariam sendo violadas e o OpenOffice estaria violando sozinho 45 dessas patentes. No total, a Microsoft diz ter 235 patentes desrespeitadas.
Esse é mais um capítulo da política de amedrontamento adotada pela Microsoft. Dessa vez, como nas outras tentativas, a Microsoft acusa mas não diz quais patentes são desrespeitadas e muito menos o que vai fazer a respeito.
Esta política de amedrontamento funciona da seguinte forma:
Uma empresa que está comprando software para seu parque de máquinas entra em contato com a Microsoft e ela logo usa estas patentes para desencorajar o cliente a procurar uma solução com software livre. A empresa fica com receio de ter que brigar na justiça futuramente e acaba optando pelo mais fácil.
Esta é mais uma tentativa desesperada da Microsoft para afastar novos usuários do software livre. Infelizmente isso não vem funcionando perfeitamente da maneira que a Microsoft quer. Com toda a certeza, alguns usuários ainda caem nessa farça, outros não procuram outras alternativas, mas felizmente, muita gente está considerando mudar para algo mais seguro e não acredita nestas tentativas, desesperadas, de amedrontar os usuários.
Enquanto a queridinha de Redmond não apontar quais patentes são desrespeitadas, fica muito difícil dar credibilidade. Eu acredito em fatos e não em especulações. Tá na hora de mostrar que a empresa é grande como todos sabem que é e passar a enfrentar a concorrência como “Homem” e não como “rato”.

Publicado em 14 de maio de 2007 | 1 Comentário

Ivan Brasil Fuzzer

Ivan Brasil Fuzzer

Faço parte do grupo Tchelinux(http://www.tchelinux.org). O Tchelinux é um grupo de voluntários que trabalha com software livre e ainda acredita que boas coisas podem ser feitas nesta comunidade; desde que saibamos repassar aos que estão iniciando que Software Livre é um aprender e repassar o conhecimento incessante. Sou líder do Ubuntu-BR-RS juntamente com a Marta Vuelma. Tentamos divulgar a distribuição e auxiliar novos usuários por todo o estado do Rio Grande do Sul, as vezes em outros estados também. Sou um amante incondicional de software livre. Vivo apaixonado pelo Ubuntu.

Mais posts do autor (856)

Um comentário

  1. Andre Almeida disse:

    Mas que o tio bill parece um rato isso parece.
    O pequeno little swart! hahahaha

    Sobre esse papo de quebra de patentes.. só tenho a dizer de novo Micosoft? Ainda não desistiu dessa balela?

    E se eu não me engano até já existe um site chamado “Mostre as violações” ou algo assim, pedindo que a Microsoft especifique quais patentes o Linux viola que o pessoal muda. ;)

Deixe seu comentário

Website