Excursão Tchelinux PoA

Estou organizando um ônibus para o pessoal de Erechim que vai para a 3ª edição do Seminário de Software Livre Tchelinux Porto Alegre.
Sairemos de Erechim próximo da meia-noite e retornamos assim que o evento terminar. O custo do ônibus ficará entre R$ 50,00 e $ 60,00 por pessoa e este valor não inclui despesas com alimentação.
Mesmo quem não se inscreveu pelo site pode entrar em contato para que a reserva da vaga seja feita.
Preciso de confirmação urgente dos interessados.

Postgresql

Voltando aos primordios do blog, um post ao estilo twitter.

Como disse em um artigo anterior, estou fazendo algumas alterações em um sistema de ponto eletrônico. Este sistema utiliza banco de dados Postgresql. Quando instalado no Ubuntu, o postgresql não faz nenhuma pergunta sobre a senha que será definida para o usuário postgres. Para resolver este “problema” siga estes passos:

    Mude para o usuário root:
    $ su –

    $ passwd postgres

    Mude para o usuário postgres:
    $ su postgres

    Digite o comando:
    $ psql -c “ALTER USER postgres WITH PASSWORD ‘novasenha'” -d template1

    Apenas substitua ‘novasenha’ pela senha que deseja.

Pronto, com estes passos simples você terá definido uma nova senha para o usuário postgres e poderá utilizar o banco de dados.

O Banrisul trai o pinguim

Notícia “requentada” pela Info, a original é de julho de 2006.

Em entrevista dada ao revista Info, Ney Michelucci Rodrigues, de 52 anos, diretor de TI do banco estatal fala sobre a migração das estações Linux para Windows XP.

Alguns dos argumentos usados por Michelucci são válidos mas na pergunta abaixo ficou totalmente estranha a justificativa de manter os sistemas atualizados já que a escolha foi pelo Windows XP que já está com os dias contados.

Em que, exatamente, o uso do Linux sairia mais caro?
O banco precisa estar sempre atualizado nas versões que rodam nas máquinas, e o que tínhamos aqui era um Conectiva desatualizado. Sairia mais caro porque eu já tenho uma série de situações com contratos da Microsoft, como suporte de alto nível. Agregar mais 7 mil posições não altera em nada esses contratos, enquanto nos manter em Linux me obrigaria a contratar um integrador. Com o Linux, o custo sairia entre 10% e 15% mais alto.”

Cada um sabe o que faz mas como correntista do banco não fiquei satisfeito com as explicações.

Sisponto

Este artigo é mais um pedido de ajuda. A algum tempo estou desenvolvendo melhorias para o sistema de ponto eletrônico SisPonto e neste tempo estou tentando entrar em contato com o desenvolvedor para que eu possa enviar minhas contribuições para o projeto. Já tentei email e fórum mas não tive nenhuma resposta.

Se alguém conhece o desenvolvedor ou conseguir entrar em contato com ele eu agradeço. Caso não consiga entrar em contato, serei obrigado a abrir um novo projeto no source forge para abrigar o projeto.

Por enquanto eu tenho o seguinte no sistema:
– Trocada a biblioteca fpdf pela tcpdf(suporta utf-8 e outros encodes)
– Corrigido vários bugs em querys e no código
– Opção de editar pontos errados
– Opção para adicionar pontos esquecidos por funcionários
– Registro de Clientes com IP para possibilitar o registro quando um funcionário está no cliente(para ter certeza de que o funcionário não está registrando o ponto de casa). Esta informação sai nas observações do espelho de ponto.

O que gostaria de fazer:
– Mudança geral do core para suporte a temas (estou pensando em qual framework usaria)
– Opção para registro através de código de barras, lógicamente tenho que fazer um módulo para gerar o código de barras.

3ª edição do Seminário de Software Livre Tchelinux Porto Alegre

Tchelinux 2008, 8 de Novembro na PUC-RS em Porto Alegre

É com imenso orgulho que anunciamos a 3ª edição do Seminário de Software Livre Tchelinux que acontecerá no dia 8 de Novembro nas dependências da Faculdade de Informática da PUC-RS em Porto Alegre. O temário desta desta edição é composto por 30 apresentações sobre temas relacionados ao Software Livre, e dentre os palestrantes confirmados teremos a presença dos Kernel Hackers da RedHat Arnaldo Carvalho Melo, Eduardo Habkost, Fábio Olivé Leite, Luis Claudio Gonçalves e Douglas Landgraf, do membro do Mozilla Brasil Clauber Halic e do desenvolvedor de Software Livre e escritor Aurélio Marinho Jargas. Não será cobrada inscrição em dinheiro, entretanto cada participante deverá doar 2 (dois) quilogramas de alimentos não perecíveis que serão encaminhados à instituições de caridade. Para maiores informações sobre o evento, recomendamos visita ao site abaixo:

http://www.tchelinux.org/2008/

As pré-inscrições para as 500 vagas disponíveis já se encontram abertas, garanta já a sua!!

Ubuntu no Pendrive

Algum tempo atras precisei instalar o Ubuntu em um notebook que não tinha drive de CD e me vi com problemas por não estar com o drive de CD USB disponível na empresa onde trabalho. A primeira coisa que pensei foi em fazer o boot remoto pela rede mas isto implicaria em ter que configurar um serviço que ainda não configurei(está na lista de tarefas). Como esta solução seria muito demorada resolvi pesquisar sobre a instalação através de um Pendrive e achei um tutorial bem simples e objetivo no site tecnoclasta.
Segui os passos e consegui fazer a instalação como se eu estivesse utilizando o CD de instalação do Ubuntu.