Ubuntu no Jornal Nacional

Copa do mundo acontecendo, África do Sul em destaque e nada mais natural do que a palavra Ubuntu ser mencionada em algum momento das transmissões das várias emissoras presentes neste grandioso evento.

A rede Globo deu destaque ao significado da palavra Ubuntu durante a transmissão de notícias da copa feita no Jornal Nacional. O que isso tem de bom para o sistema operacional Ubuntu? Para muitos, Ubuntu era apenas o nome de um sistema operacional, mesmo muitos tentando explicar o significado do nome, mas agora todos ouviram o seu real significado diretamente de um ícone do jornalismo brasileiro, Fátima Bernardes.

Tenho certeza que muita gente foi para a internet para ver mais sobre o significado da palavra Ubuntu(que foi pronunciada da maneira correta para minha alegria) e muitos acabaram vendo que existe um sistema operacional que compartilha dos ideais de humanidade desta palavra.

Abaixo você pode ver a reportagem veiculada pela rede Globo durando o Jornal Nacional.

Não ao aptitude

Para muitos usuários, o aptitude iria ganhar lugar do apt-get com o avançar das versões do Ubuntu, mas pelo que estamos vendo na versão 10.10, o inesperado está para acontecer e o aptitude está sendo retirado da instalação padrão do Ubuntu, nem no LiveCD ele estará presente.

Por muito tempo tive aversão ao aptitude e sempre preferi utilizar o apt-get. Com o tempo passei a utilizar o aptitude e passei a ter ele com programa preferencial para gerenciar programas na linha de comando.

A razão aparente para a retirada do programa, da instalação padrão, é o ganho de 13 a 14 MB no LiveCD. Para quem não abre mão do aptitude, o programa continuará disponível nos repositórios e um “apt-get install aptitude” já vai resolver o problema.

Ubuntu 10.10 (Maverick) não será compatível com processadores i586 e anteriores

Aproveitando que a NET resolveu me devolver o direito de navegar pelos sites que eu quero, sem nenhuma restrição, vamos por em dia as notícias do Ubuntu.

A versão 10.10 do Ubuntu, ainda em desenvolvimente e com data de lançamento prevista para 10 de outubro de 2010( chamado de 10 perfeito), não será mais compatível com processadores mais antigos com arquitetura i586 e anteriores. Isto significa que os antigos processadores com tecnologia MMX não terão o direito de utilizar as novas versões do sistema operacional.

O motivo para esta decisão é simples e totalmente aceitável. Para melhorar o desempenho do sistema com os novos processadores, o suporte a tecnologias já a muito tempo ultrapassadas, deve, obrigatoriamente, ser abandonado. Segundo a notícia, os equipamentos afetados serão alguns Netbooks, terminais burros, sistemas como o Geode LX, Pentium II e os famosos K6 II.

Minha opinião é que esta decisão é muito inteligente, já que não recomendo a ninguém  a instalação das versões a partir da 9.10 nestes mesmos computadores. Para quem ainda tem estas máquinas em seus parques de informática fica o consolo da versão 10.04 ser LTS, o que dá mais 3 anos para a aposentadoria dos desktops e 5 anos para os “servidores”.