Linux ou Windows? A velha questão

Categoria: Ubuntu | Palavras-chave: , ,

Logotipo reprensentando windows versus ubuntu

Quatrocentos reais mais pobre, mas algumas certezas na cabeça. Durante o último final de semana fiz a aquisição de uma licença do Windows 7 para poder instalar sem problemas e poder ter uma boa ideia de a quantas anda o desenvolvimento da Microsoft.

Foi dolorido, mas necessário, gastar quatrocentos reais para poder fazer uma simples comparação entre dois sistemas operacionais. Como todos sabem, não temos patrocínios e nem mesmo os programas de afiliados nos dão retorno suficiente para investir no conteúdo e hospedagem do site. Mesmo assim, fiz o sacrilégio sacrifício e mais uma vez paguei do meu bolso esta licença do Microsoft Windows 7.

Começando pelo começo, resolvi instalar primeiro o Windows 7 para evitar problemas com gerenciadores de boot. Tenho 4 discos no meu computador, 80, 160, 250 e 320 GB. Como já esperava que não ia utilizar muito o Windows 7, resolvi instalá-lo no disco de 80 GB. Aí começou minha primeira luta contra o Windows 7.

Quadrinho do site Vida de programador sobre software livre e proprietário

Como dito na tirinha acima, o Windows tentou definir como e onde eu deveria instalá-lo. No início foi complicado perceber o que ele realmente queria, tinha dois discos totalmente zerados, o de 80 e o de 160 GB. Ao selecionar o disco de 80 para fazer a instalação, o Windows me disse que não era possível criar uma partição de sistema. Resolvi mandar formatar a partição que havia sido criada mas o erro persistiu. Tentei então exluir a partição que já estava criada e tentei novamente, mas o erro permanecia. Desisti do disco de 80 GB e parti para o de 160 GB, pensei eu que o problema podia ser devido ao tamanho do disco, embora achasse isto muito pouco provável. Para minha surpresa, o erro continuava o mesmo. Perdi cerca de 30 minutos nesta brincadeira e então tive uma brilhante ideia. Resolvi desligar todos os discos e deixar apenas o que serviria para a instalação em questão, e não é que a coisa funcionou e o Windows então se instalou! Repeti o procedimento com os dois discos que eu havia tentado e nos dois a instalação conseguiu prosseguir. Conclusão: O Windows acha que é meu proprietário e ele queria definir como eu deveria instalar o sistema.

Sistema instalado, me voltei ao meu bom e não tão velho Ubuntu. Também resolvi fazer uma instalação limpa do Ubuntu 11.04 beta 2. Com pendrive em mãos já devidamente configurado com a instalação, comecei os passos tradicionais, estava com todos os discos ligados como tentado inicialmente com o Windows 7, e para minha surpresa! Não tive surpresa nenhuma e instalei o sistema em apenas 6 minutos sem as atualizações.

Depois de instalar os dois sistemas eu precisava testar se os dois estavam acessíveis pelo gerenciador de boot e ao testar não tive nenhuma surpresa e pude usar os dois sistemas normalmente.

O próximo passo era deixar os dois sistemas da maneira que eu preciso para trabalhar. Comecei pelo Ubuntu que é o sistema onde tenho todas as ferramentas a mão. Fiz as atualizações e instalei alguns programas e plugins em cerca de uma hora e meia. Apenas reiniciei o sistema por causa da atualização de kernel, mas isto foi apenas uma vez.

Passado este passo, segui então para o Windows 7. Comecei instalando um anti-vírus, coisa que não precisei instalar no Ubuntu. Logo depois parti para um anti-malware, coisa que eu também não precisei fazer no Ubuntu.

Com o sistema básico de segurança instalado, parti para a instalação de uma suíte de escritório. Como já tinha gastado dinheiro suficiente para comprar a licença do Windows, e já estou familiarizado com o LibreOffice.org, nem pensei em instalar mais um programa proprietário, aliás no Ubuntu isto também já vem instalado.

Como tenho bastante coisa em PDF, precisei instalar um leitor PDF, então baixei o FoxIt para este fim, curiosamente o Ubuntu também já tem um leitor de PDF instalado por padrão.

Parei para pensar no que mais precisava e lembrei que precisava me manter em contato com meus amigos e colaboradores, o Windows já traz um comunicador para o próprio protocolo, MSN, mas meus contatos utilizam outros vários protocolos além do MSN e então precisei fazer o download do Pidgin para concentrar todos em um único programa, no Ubuntu eu tenho isto já instalado por padrão, só utilizar o empathy.

Outros programas tive que instalar nos dois sistemas, até porque estes são bem específicos para o tipo de trabalho que faço, alguns deles foram o audacity, apache, phpmyadmin, mysql server, gimp, tweetdeck mesmo o Ubuntu já tendo um programa para o mesmo fim.

Acredito que já deu para ver bastante vantagem do Ubuntu sobre o Windows, mas é bom frisar que para cada programa que instalei no Windows, precisei procurar em algum site, enquanto no Ubuntu, utilizei a Central de Programas do Ubuntu, menos para o tweetdeck. No Ubuntu continuo com os programas atualizados sem precisar visitar nenhum site, já no Windows, provavelmente ficarei com programas obsoletos por não ter tempo de ficar verificando se estou com a última versão de cada programa.

Mas ainda tempos coisas para falar. Para não dizerem que só acho defeito no Windows, o mesmo já veio totalmente em Português sem eu precisar fazer nada, no Ubuntu eu precisei concluir a instalação dos pacotes de idioma utilizando a internet para baixar tais pacotes. Não precisei correr atras de nada, o próprio sistema me notificou e me direcionou os passos para esta instalação, apenas tive que aguardar um pouco para que isto fosse terminado.

Como dito antes, em aproximadamente uma hora e meia já tinha o sistema atualizado, em português e com meus programas instalados no Ubuntu, já no Windows….! Bom, fiz a primeira leva de atualizações e o computador precisou ser reiniciado, ao se desligar parou para aplicar algumas atualizações e ao iniciar novamente a mesma coisa, aguardei ele aplicar mais algumas atualizações. Verifiquei novamente por atualizações e lá tinham mais algumas atualizações, apliquei novamente e o mesmo papo, aplica algumas, pede para reiniciar, aplica outras antes de desligar, aplica outras quando inicia. Voltei a verificar se não tinham novas atualizações, e novamente tinham novas atualizações, me pergunto, porque não mostrar todas as atualizações de uma só vez? Fiz todos os processos de atualização e então tinha o sistema quase pronto, sim, ainda não estava terminado.

Para utilizar todos os recursos do sistema eu precisava fazer um teste de desempenho para que meu computador recebesse uma nota, para só então o sistema me liberar recursos gráficos e embelezadores. Até agora não entendo a necessidade disto já que perdi mais de 5 horas só em atualizações. Porque já não botam este passo no meio das atualizações? Ninguém iria perceber mesmo.

Então agora eu volto e completo a pergunta que está no título do artigo: Linux ou Windows? Qual é mais fácil?

Nem quis comentar que o Ubuntu inicia em 12 segundos contra 90 do Windows 7.

Publicado em 20 de Abril de 2011 | 51 Comentários

Ivan Brasil Fuzzer

Ivan Brasil Fuzzer

Faço parte do grupo Tchelinux(http://www.tchelinux.org). O Tchelinux é um grupo de voluntários que trabalha com software livre e ainda acredita que boas coisas podem ser feitas nesta comunidade; desde que saibamos repassar aos que estão iniciando que Software Livre é um aprender e repassar o conhecimento incessante. Sou líder do Ubuntu-BR-RS juntamente com a Marta Vuelma. Tentamos divulgar a distribuição e auxiliar novos usuários por todo o estado do Rio Grande do Sul, as vezes em outros estados também. Sou um amante incondicional de software livre. Vivo apaixonado pelo Ubuntu.

Mais posts do autor (856)

51 Comentários

  1. Ivan tenho que lhe parabenizar, ótimo artigo, ainda mais pelo sacrifício de comprar uma licença do Windows para provar na prática que o Windows só atrasa a vida do usuário.

    Como trabalho diariamente com manutenção de computadores, já passei pelo erro relatado sobre a instalação do Windows em computadores com 2 ou mais HD`s, isso é algo que não consigo entender… Você simplesmente se torna escravo do Windows e tem que fazer as coisas como ele quer.

    Desde que uso Ubuntu em meu computador pessoal nunca mais precisei instalar antivírus, antispyware, anti…., anti… só falta um anti-usuário, dai fica completo. :)

    Novamente parabéns, continue compartilhando suas experiências!

  2. rogerioronin disse:

    Muito bom artigo usei o windows por algum tempo, até ter curiosidade sobre o mundo GNU/Linux e conhecer a distribuição ubuntu. Hoje depois de pouco mais de um ano e meio de ubuntu ja acostumei tanto que simplesmente não tenho mais paciência com os Windows, é uma pena ver pessoas em pleno século 21 que pirateia o Windows depois ainda fica passando raiva com ele!

  3. Ricardo disse:

    muito bom artigo, real/ depois de nos acostumarmos no Linux, o uso do Windows se torna demasiadamente tedioso.

  4. José Luís disse:

    Muito bom, parabéns!

    Com relação ao desempenho do Ubuntu em relação do do Windows 7, creio que é bom frisar que o Ubuntu ainda é beta. Ou seja, pode melhorar ainda mais… :-)

  5. Bitetti disse:

    Nem me fale, eu cronometei e sem atualizações eu demorava 8 horas para ter um XP redondo.

    Hoje mudei pra Linux, separa uma HD pra home e um pro sistema…. em 12 minutos tenho um sistema revigorado e configurações prontas.

    Outra vantagem q o Linux me trouxe é a limpeza do ambiente por não ter mais as pilhas de CDs e DVDs de software.

    Atualmente só uso o Windows na maquina virtual, De preferencia é só pegar um PC com licença OEM e fica mais barato. Mesmo q seja um Starter Edition o VMWare roda joguinho de boa.

  6. Alguém disse:

    Olá.
    Uso Windows XP e 7 mas também sou fã do Ubuntu.
    Aqui nos meus dois PCs com Windows eu nem utilizo antivírus, e as atualizações automáticas eu deixo como Desativado. Assim, quando formato, basta instalar o Firefox e o LibreOffice e já estou feliz, nem precisa instalar tanta coisa. Assim, não levo mais do que 1 hora para deixá-lo “redondo”. Mas um dia eu pretendo instalar também o Ubuntu, em dual-boot.

  7. Daniel disse:

    Você ainda teve sorte! Não precisou de instalar driver de impressora, webcam, etc … No windows eu preciso de uns 4 cds adicionais (de drivers) para colocar todos os hardwares extras para funcionar…
    Já no Ubuntu, o maior esforço que tenho é de colocar o cabo USB e esperar alguns segundos… hehehe

  8. Anderson Henrique disse:

    Me pergunto como consegui utilizar o Windows por tanto tempo, simplesmente é irritante seu uso. Sabe, quando tive meu primeiro mês “pra valer” no Ubuntu, não quis saber mais de Windows e quando precisei voltar a utilizar o sistema proprietário em questão, não tive a menor paciência, um simples abrir de janela já se tornava cansativo, chato, sentia falta dos efeitos do Compiz que eu consigo utilizar em um outro computador aqui em casa, mas mesmo sem os efeitos que o Compiz oferece, a utilização do Ubuntu é muito melhor, e digo isso pois tenho em meu notebook uma placa SiS como já falei antes. Hoje, depois de mais de um ano usando Ubuntu, quando preciso fazer um favor para minha mãe no computador dela que tem Windows, logo perco a paciência.

  9. H. Jordao disse:

    Voce pagou 400 reais para falar mau do windows???…Aff…Porque nao pegou o generico e testou, ja que vc ia falar mau do memo jeito…Qualquer dia tenta fazer um artigo entre o Mac OS X e Ubuntu, e dizer os defeitos do Mac.
    Usuario de linux falando mau de outro sistema, ja era de se esperar.
    Tenho os 3 sistemas aqui em casa e digo que cada um tem seus prós e contras.
    Realmente, voce fez um sacrificio pagando 400 reais….

    • H. Jordao,

      Se ler os outros comentários verá que eu digo que não foi só para fazer um artigo que comprei a licença. A compra foi para poder ter ideia se continuo usando o que estou usando ou se passo a utilizar outro sistema.
      Porque não utilizar versão pirata? Simplesmente porque isto é crime e se você comete este crime, eu não cometo, nem mesmo incentivo isto.

      Quanto ao Mac, o investimento é muito maior, teria que comprar um novo computador, e este realmente não terei como arcar e ficarei devendo.

  10. Daniel Zanin disse:

    H. Jordao, ele poderia começar mostrando as falhas de segurança do Mac :D

    fikdik

  11. Milton disse:

    Adorei o artigo. Um dos poucos existentes na internet que realmente traz a diferença entre as duas plataformas numa visão crítica e corajosa.

    O Ubuntu me surpreende a cada dia, entretanto há de se ressaltar que há variações que muita vezes, usuários sentem medo de migrar, achando que vai encontrar dificuldade.

    Atualmente uso Windows no trabalho devido a obrigatoriedade e Ubuntu no Notebook e Desktop pessoal de casa. Não me arrependi e nunca me deixou na mão, esse tal de Ubuntu.

  12. Gustavo disse:

    Ivan,

    Tive o mesmo problema que você rapaz! E usei da mesma solução.

    Meu irmão se apaixonou pelo Ubuntu depois de eu obrigá-lo a usar por 1 semana. Mas, ele não abre mão de alguns jogos. Resultado, deixou um disco de menor tamanho para a instalação do sistema Windows Vista 64 Bits e comprou um HD novo de 1 Tb só para o Linux. Adivinha? O Windows só me deixou instalar no HD menor depois que eu tirei o cabo de força do HD maior.

    Eu jurava que devia ser algum Bug louco, ou que eu que deveria estar fazendo algo errado, mas depois de ler isso aqui, ai ai, quanto tempo perdi usando Windows, instalando e Re-instalando Windows por causa de vírus, fragmentação, sem contar os malditos programas indispensáveis (Anti-vírus, Anti-Spyware, Anti-Irmão que entra em site pornô, Anti-Mãe que abre qualquer email e por aí vai).

    Abraços

  13. H. Jordao disse:

    Ivan Brasil Fuzzer

    Meu caro, voce acha que se um usuario Windows fizesse um artigo igual ao seu sobre sua experiencia no linux ele iria falar bem???Claro que não!!! Do mesmo jeito que o Usuario Mac fala mau dos outros SOs.

    Voce so mostrou o lado ruim do windows, o Linux tbm tem, assim como Mac.

    Estou usando ja fazem uns 3 meses o Mac OS X no MacBook e te digo que é um sistema maravilhoso, o mais facil de se usar, mesmo assim tem coisas que o Windows consegue fazer melhor que o Mac.

    Espero que voce aproveite bem o seu investimento testando o SO, vc verá que nao é do jeito que vc descreve no seu artigo.

    Abraço.

    • H. Jordao,

      Leia novamente, não falei mal do uso do Windows, eu descrevi apenas os primeiros passos que são a instalação e atualizações.
      Como também já disse, em outros artigos farei a comparação de usabilidade e principalmente produtividade dos dois sistemas.

  14. Rafael disse:

    Olá. Bom artigo!

    É muito estranho uma coisa! Todo mundo que migra de windows pra ubuntu, nunca mais quer voltar.

    Eu sempre odiei as atualizações do windows, e por muitas vezes ficava com o sistema sem atualizações por muitos meses.

    Com o Ubuntu, as atualizações de TODOS os aplicativos que eu instalei aparecem pra eu atualizar. E ele cumpre o que promete! Eu parei de usar windows na versão Vista Home, o windows 7, nem tive curiosidade de comprar!

    Pirata? É pecado! To fora!

  15. Allan Robs disse:

    peça reembolso.

  16. Bezerra disse:

    Eu tive esse problema na instalação, mas só que foi com o Ubuntu. Eu acho que foi com o 10.04 . Eu começava a instalar em outro HD que tinha, e chegava na parte de colocar usuário e senha, ficava eternamente carregando. Eu estava invocado! Fiz várias coisas e me tomou dois dias.

    Aí, resolvi desabilitar o cabo sata do Windows e quando terminou, antes das atualizações, eu religuei. Deu certo! Coisas da informática…Ou do Windows. Eh,eh,eh…

  17. asghan disse:

    Como trabalho com edição de vídeo então necessito do Windows, mas em casa uso Ubuntu só uma observação :

    Vc não mencionou a instalação de drivers da placa mãe, placa de vídeo.

    Muito bom seu artigo, contou como as coisas acontecem mesmo ! Parabéns !

  18. Sinceramente parei de ler no segundo parágrafo.

    Para mim não colou a história que teve que gastar R$400,00 para “poder fazer uma simples comparação entre dois sistemas operacionais. Como todos sabem, não temos patrocínios e nem mesmo os programas de afiliados nos dão retorno suficiente para investir no conteúdo e hospedagem do site. ”

    Não precisa gastar nada. Poderia baixar a versão de avaliação de 90 dias do site da Microsoft.
    http://technet.microsoft.com/en-us/evalcenter/cc442495.aspx?ITPID=sprblog

    Se falasse que havia comprado o Windows 7 para uso pessoal e depois resolvido fazer este tópico eu acreditaria.

    Sobre o o conteúdo não dá para eu ajudar. Mas na questão da hospedagem eu já ofereci patrocínio, num espaço que tenho no Dreamhost.

    Enfim, cada cabeça uma sentença.

    Abs e sucesso.

    • Marcus,

      Não conhecia esta versão de avaliação, se conhecesse talvez não tivesse comprado a licença.

      Posso ter passado a ideia errada, não foi somente para testar ou fazer este artigo, o Windows continuará instalado e irei utilizar ele quando achar necessário e com certeza teremos outros artigos para falar como a coisa anda e como eu me adapto a ele.

      Quanto a hospedagem que me ofereceu, sabe que com o que pago tenho mais recursos e torno público aqui o agradecimento que já te fiz por email quando conversamos sobre isso.

  19. Andre Almeida disse:

    Heeeimmm?? Você gastou R$400,00 com WINDOWS????

    Não entendi bem… R$400,00 com WINDOWS?

    Vou falar com a tua família e mandar te interditar.

    R$400,00 com Windows????

    Eu não consigo acreditar.

    R$400,00 com Windows????

    Pra testar?????

  20. slavezerorj disse:

    ótimo artigo! realmente é dessa forma que descobrimos as diferenças. Com esse post as pessoas poderão ter a real ideia de quanto o Linux é fácil de usar.

  21. Ótima matéria.
    No comentário do sr. Marcus Vinicius Cirino e Silva este sugere a versão de avaliação do sistema Windows…
    Todo mundo sabe desta versão? Não sei não…
    Não sei o que acrescenta esse tipo de comentário. Acho que o sr. Marcus devia procurar foruns e blogs da M$…

  22. Diego T. disse:

    Fiquei interessado em baixar a versão trial… parecem haver algumas coisas diferentes (talvez capadas)… mas enfim… só botando rodar pra saber… vai para o quadro de anotações isso hehehe

  23. Gramathur disse:

    Eu não consigo voltar a usar Windows. Nem pra testar! rsrs

    Muito bom seu artigo, Ivan!

    Parabéns.

  24. wlad disse:

    Fala sério. Quer que acreditamos que ao invés de baixar no piratebay você desembolsou 400 dinheiros para fazer uma postagem no blog?????

    • wlad,

      Você acha realmente que eu instalaria a versão Home Premium pirata? Lembro novamente que pirataria é crime, e até onde diz minha ficha, e minha consciência, não sou um criminoso.

  25. JoseRenan disse:

    Tenho linux instalado no PC, mas no final de semana toda hora meu irmão carregava alguma coisa no windows e eu tinha q usá-lo, não necessito do Windows para nada, pelo menos por enquanto.
    No artigo vc deu preferência à facilidade de atualização e instalação nos SOs como base de uma comparação. Estava até sendo imparcial, porém é inegável que o Ubuntu vence nesse quesito.

  26. Robson disse:

    Se tivesse divulgado que queria uma licença eu te dava a minha… Windows 7 Ultimate…

    Ganhei de um trabalho, mas nunca usei e nem vou usar… vai pro lixo…

    Mas gastar 400 paus!!! A FSF ficaria muito mais feliz ;)

  27. Lucas disse:

    Eu acho o linux melhor, até poruqe você não precisa comprar uma licença de 400 paus o unico problema é que estamos muito abitolados ao windows e isso faz com que muitas pessoas achem o kinux mais dificil.

  28. Odete Sofia disse:

    É só para informar do erro de uma frase “Começando pelo começo”. xD

  29. […] É excelente e tem muitas dicas, aconcelho inclusive a leitura deste post Linux ou Windows […]

  30. Cailon F. de Castro disse:

    Estou com um problema com o meu LibreOffice no Ubuntu 11.10, as Funções “f(x)” estão em inglês… Já atualizei no repositório do LibreOffice e não deu certo.

  31. Rafael Ouvidor disse:

    Fiquei sem meu HD , então , peguei um cd de istalação do Ubuntu 11.04 e comecei a usar através do cd . É a primeira vez que tenho contado com um sistema operacional diferente do Windows. Adorei a interface.
    Só que encontrei muitas dificuldades pra instalar programas pelo terminal , ainda não consegui , mas estou disposto a aprender .

    • Rafael,

      O melhor a fazer é instalar programas pela Central de Programas do Ubuntu, o terminal é mais voltado a usuários avançados. Para coisas simples e rápidas até recomendo a instalação via terminal mas sempre passo todos os comandos necessários.

  32. marcos disse:

    Apontar dentre o Windows e o Ubuntu qual é o melhor sistema operacional parece coisa de fanboy, ambos são muito bons, seja na praticidade, beleza ou conteudo. Porém, é inegável afirmar que o windows está presente na maioria esmagadora dos desktops, APENAS, por deter o monopólio dos jogos lançados para PCs. Se todas as empresas desenvolvedoras de games lançassem seus jogos também para o linux, facilmente o pinguim assumiria a liderança dos SO.
    Aproveitando, em tempo, para falar sobre a falsa luta da microsoft contra a copia ilegal (pirataria) seu windows.
    O sistema pirateado continua funcionando “apenas” apresentando aquela mensagem chata: “esta copia do windows não é original…”. Se a microsoft não tem ganho com vendas do SO para todos os usuários do windows, pelo menos, com a a ajuda dos “piratas” também, ela se mantém no topo, com a maior fatia dos PCs rodando windows. As desenvolvedoras de aplicativos (jogos inclusive) lançam seus produtos mirando, é claro, no maior mercado, o windows. Pela liberação de uso, royalties, ou seja lá o que for, a microsoft garante a sua receita.
    Pode-se chegar a conclusão que a microsoft não combate de forma efetiva a pirataria de seu SO, porque quem está usando windows pirata fica acomodado e não parte para alternativas (linux), garantindo a supremacia do windows.

    • Marcos,

      É legal quando um artigo com 1 ano de vida é revivido por algum comentário, nem lembrava que tinha escrito ele. No artigo eu resolvi fazer as coisas nos dois sistemas e relatar o que aconteceu em ambos. Acho que seria coisa de fanboy se eu simplesmente dissesse que o Linux é melhor e ponto final, mas preferi relatar os passos reais para realizar desde a instalação até o início da utilização de cada sistema, e deixei para quem ler que tire suas própria conclusões.

      Sobre o domínio da Microsoft e o “controle” contra pirataria, concordo com o que disse e ainda acrescento que a Microsoft foca no mercado corporativo e deste ela exige o pagamento de cada licença, não faz isso com o público doméstico porque precisa que a base de usuários seja grande para forçar as corporações a usarem o que os usuários já sabem, sem necessidade de nenhum treinamento.

  33. Robson disse:

    Ainda achei o teste tendencioso rs, não defendendo Microsoft ou sistemas com base no kernel Linux. Mas se quiser uma comparação real, com as reais vantagens entre um e outro, por favor, leia o livro Sistemas Operacionais Modernos – Andrew Stuart Tanenbaum e tire todas as conclusões.

    • Robson,

      Já li o livro e não é o mesmo que abordo no artigo, eu fiz apenas um comparativo da instalação e atualização dos dois sistemas operacionais até que ele estivesse pronto para ser usado. Não existe como ter outras conclusões analisando estes procedimentos.

  34. Thiago disse:

    A todos que dão uma oportunidade real, será extremamente raro alguém que voltará ao windows novamente.

    O povo só usa windows, porque está viciado na pirataria e porque tem medo ou preguiça de mudanças!

  35. Tiago disse:

    Olha, me desculpe, mas eu vou reviver esse artigo. Eu uso com muita frequência os três principais sistemas: Mac OS, Windows 7 e Ubuntu. O Mac no meu Macbook Pro (duh – lógico, né?), o Windows 7 Utimate 7 (original) no meu desk e o Ubuntu no trabalho.

    Como trabalho com o Ubuntu, eu acabo usando mais esse sistema.

    Tudo isso que você falou é verdade. Realmente a Microsoft não é muito experta na hora de fazer as atualizações, mas fora isso, a coisa não é bem assim como você citou no seu artigo não. Sim, ele está muito tendencioso.

    Primeiro, no caso dos discos eu te garanto que você fez algo errado. Porque no meu desk eu tenho 2 discos e não tive esse tipo de problemas. E já fiz várias instalções: com discos limpos, com discos particionados, com disco com linux e nunca, repito, nunca tive esse problema.

    Quando à manutenção dos software, isso também é terrorismo. Você só manterá um software obsoleto se você não o utilizar. A lógica é simples: você inicia o software e ele verifica se tem atualização. Se tiver, pergunta se vc quer (ou permite) a atualização naquele momento. Se levarmos em consideração que estar com software obsoleto é ele estar obsoleto quando você estiver utilizando (afinal, qual sentido lógico de gastar processamento e banda para atualizar um software que nunca será usado??), o software no windows nunca estará obsoleto! Afinal, ele estará sempre se atualizando.

    Quando a Central de Software do Ubuntu, este é um software mais bonitinho dos repositórios do linux. E os repositórios são uma forma de deixar transparente a forma bizantina e irracional de instalar software no linux – duvida, então instala um software grande “na mão”. No Windows ou no Mac é: download -> click -> software instalado. Então, se um software não está no repositório, você precisa procurar na internet-> abrir o terminal (ridículo) -> digitar o comando PPA (mais ridículo ainda) -> então instalar o software. Isso é fácil? Isso é irracional!!!!!!

    Quando a segurança, hoje o Windows não sofre tanto como antes. O sistema é até bem seguro. O problema são os malware que necessita de acesso de administrador e o usuário concede. Mas desse mal sofre o Linux e o Mac OS.

    E por fim, até o Windows possui uma interface gráfica anos-luz mais resolvida e sólida que o Linux ou o Ubuntu. A interface do Ubuntu é ambígua e cheia de erros conceituais. Dai você fala: isso é simples, basta instalar uma interface que te agrada. Instalar uma interface diferente que vem no sistema é facilidade? Onde? É mais fácil converter o Irã ao catolicismo. E mesmo as demais, ou são simples ao ponto de serem incorretas ou são cheia de erros, como o Unity e o Gnome Shell.

    E olha que hora nenhuma eu comparei com o Mac OS, porque ai sim, seria covardia!

    Foi mal, mas é verdade.

  36. Tiago disse:

    Errata, onde se lê
    experta, entende-se esperta
    instalções, entende-se instalações
    Quando à manutenção dos software, -> Quanto à manutenção dos software
    Quando a Central de Software do Ubuntu -> Quanto a Central de Software do Ubuntu
    Quando a segurança -> Quanto a segurança

    Desculpem por não ter revisto o texto.

    • Tiago,

      Se teve uma analise tendenciosa, com certeza essa foi sua. Eu trabalho com suporte, veja só, não instalo apenas nos meus computadores, instalo nas mais variadas configurações, muito mais experiência para dizer o que é fácil ou não e Windows é muito mais complicado e muito mais inseguro. Ao contrário do que disse, a maior parte dos malwares no Windows não precisa de acesso como administrador, a colcha de retalhos onde o sistema se sustenta permite que os programas entrem por vários lados sem nem tomar conhecimento dos mecanismos de “segurança” implementados pelo sistema.
      PPA por terminal é apenas mais rápido, afinal, isso se faz pela interface gráfica e, por favor, alguns programas se atualizam no Windows, não é o Windows que os atualiza, não tente distorcer os fatos, mesmo assim está longe de chegar a 50% destes que se atualizam.
      Se você pegar usuários que estão começando a ter contato com computador e deixar que eles escolham o sistema sem saber no que estão mexendo, eles vão escolher Linux com qualquer interface, esse teste já foi feito e comprovado.
      E comparar com Mac OS ser covardia? Por favor, este não é site de comédia, Mac OS tem seus méritos como o Windows também tem, mas está longe de ser um sistema completo, muito menos elegante.

  37. William disse:

    Parabéns pelo post achei muito bem feito viu.
    Eu utilizava windows até alguns meses atrás, ou seja, sou usuário básico e iniciante no linux e admito que gostei muito desse SO e não pretendo voltar para o Windows tão cedo (apesar de usá-lo no trabalho por não ter escolha).
    Eu tbm não sabia dessa licença para teste do windows não, acho que quase ninguém sabe disso então nem falo nada sobre seu gasto cara.

  38. Paulo disse:

    No quesito instalação o Linux ganha de lavada. Pena que a maioria dos usuários raramente tem que passar por esse “trauma”, já que o SO vem instalado. Quando precisam formatar o PC, preferem contratar um técnico, ou pedir ajuda para algum amigo/parente que entende de informática.

  39. Paulo Guarnieri disse:

    Eu uso Linux a muitos anos e Windowns a mais tempo ainda. Eu tive inúmeros problemas tanto no Linux quanto no Windows, muita dor de cabeça com os dois sistemas. Por isso acho que cada um tem sua experiência, cada um tem suas dificuldades e sua vivencia com o uso de cada sistema. Como exemplo eu posso dizer que a princípio, não sou fã de central de programas, synaptic e outros do tipo. Eu prefiro (pelo menos até algum tempo atrás) baixar um arquivo de instalação da net, por que assim vc tem o mesmo pra sempre e pode instalar com um pendrive em dezenas de computadores em uma empresa, e só baixando uma vez o programa, e guardando o mesmo para quando precisar reinstalar. Sei que no Linux tem os arquivos .deb, mas é muitíssimo difícil achar na net um arquivo correspondente ao programa procurado. Todas as soluções apresentadas vão a comandos no terminal, quando muito a central de programas. E se tiver que instalar em vários pcs, para cada pc é um download, demora muito mais tempo. Mas atualmente quase todos os arquivos de instalação baixados da net vem com baidu, babilon, e muitas porcarias.
    Mas eu prefiro deixar para as pessoas decidirem o que instalar em seus computadores. Trabalho em um projeto de inclusão digital em que, o governo impôs a instalação e o uso por 3 anos, de uma distro horrível, deve ser a pior que existe, um Windows cheio de vírus era melhor do que aquilo. Depois ganhei autonomia para instalar qualquer outra distro, instalei uma que está show de bola, os alunos gostam, mas tem dificuldade em casa, pois lá eles tem computador com Windows 8 recém adquiridos, a maioria quer formatar e botar o Windows 7. Mas isso é indução de váris professores de informática, técnicos, que nem cogitam em instalar o Linux nos notebooks dos alunos. Aliás, tem uma pressão e pedido em andamento para tirar o Linux dos pcs e colocar Windows. Ou seja, os alunos não podem eles próprios escolher o que gostam mais e instalar em seus próprios computadores! Era só botar um Linux tipo o Mint, que vem pronto pra uso, com todos os codecs, java, flash, firefox, office, totalmente seguro, e muito mais fácil de usar, deixar eles experimentarem por uma semana, e livremente, se depois disso quiserem, botar o Windows 7.

Deixe seu comentário

Website