Declaração do imposto de renda no Ubuntu

Categoria: Ubuntu | Palavras-chave: , , , ,

Estamos naquele período do ano em que o Governo quer saber onde foi que gastamos nosso dinheiro, já não bastasse pegar boa parte dele para não fazer nada. Até o ano passado, usuários Linux tinham que, por muitas vezes, dar algumas voltas até conseguir instalar os dois programas necessários para fazer a declaração e enviar a mesma.

Este ano o Governo foi mais bonzinho e resolveu disponibilizar pacotes bin, RPM e DEB para facilitar um bom bocado a nossa vida. Para instalar os programas siga os passos abaixo:
Entre no site da receita que é http://www.receita.fazenda.gov.br, no menu a esquerda procure por “Download de programas” e clique nele, nas opções que se abrem clique em “Programas para Cidadãos”.

Agora selecione a opção como mostrada na imagem abaixo:

Na próxima página o site deverá identificar que está usando Ubuntu Linux e lhe oferecerá o pacote DEB para baixar, caso isto não aconteça você pode selecionar o formato que deseja fazer o download.

Depois de selecionar o formato DEB, faça o download dos dois programas necessários para fazer e enviar sua declaração.

Se você salvou no local padrão, ou não selecionou um local para salvar, os arquivos estarão no seu diretório Downloads. Abra sua pasta pessoal e vá na pasta Downloads e dê um duplo clique no primeiro arquivo que irá instalar o programa para fazer a declaração.

A Central de programas do Ubuntu será aberta e você deverá clicar em “Instalar” e logo depois digitar a sua senha de usuário para começar a instalação do programa.

Concluída a instalação, dê um toque na tecla Super(logotipo do Windows) e digite sem as aspas “irpf” e clique no ícone onde aparece o ano 2012(na imagem você pode ver o ícone de 2011 porque eu ainda tenho esta versão instalada).

Pronto, agora já pode começar a preencher os dados da sua declaração.

Como nem tudo são rosas, para poder enviar os dados para a receita você vai precisar abrir o terminal para instalar o programa que faz este serviço. Infelizmente existe algo errado com o pacote disponibilizado e a instalação visual não foi possível até o momento em que este tutorial foi escrito.

Abra o terminal pressionando as teclas Ctrl+Alt+t e digite os seguintes comandos(levando em conta que os arquivos estão salvos na pasta Downloads):

cd ~/Downloads
sudo dpkg -i receitanet-1.01.deb

Em tentativa de instalação no Ubuntu 12.04 foi necessário executar o comando abaixo também:

sudo apt-get -f install

Depois de instalado dê um toque na tecla Super e digite sem aspas “receita”. Provavelmente você terá apenas duas opções sendo que pressionando Enter sem selecionar nenhuma delas o programa será aberto.

Na instalação destes programas não foi necessário instalar a máquina virtual java da Oracle, apenas com a OpenJDK foi possível instalar e rodar os aplicativos.

Espero que o tutorial tenha sido útil. Não esqueça de comentar e nos siga no twitter @ubunterobr e curta nossa página no Facebook.

Publicado em 7 de março de 2012 | 5 Comentários

Ivan Brasil Fuzzer

Ivan Brasil Fuzzer

Faço parte do grupo Tchelinux(http://www.tchelinux.org). O Tchelinux é um grupo de voluntários que trabalha com software livre e ainda acredita que boas coisas podem ser feitas nesta comunidade; desde que saibamos repassar aos que estão iniciando que Software Livre é um aprender e repassar o conhecimento incessante. Sou líder do Ubuntu-BR-RS juntamente com a Marta Vuelma. Tentamos divulgar a distribuição e auxiliar novos usuários por todo o estado do Rio Grande do Sul, as vezes em outros estados também. Sou um amante incondicional de software livre. Vivo apaixonado pelo Ubuntu.

Mais posts do autor (856)

5 Comentários

  1. lix el disse:

    Meus parabéns e meu muito obrigado à Receita e ao SERPRO.

  2. acris disse:

    muito obrigada! excelente tutorial!

  3. David disse:

    Pessoal,
    eu uso o 10.04LTS e, quando tentei baixar o receitanet, ele responde :”Erro: Dependência não satisfeita: java-virtual-machine”. Será que alguém pode me ajudar?
    Desde já. Muito obrigado.

  4. fabio disse:

    salvou a minha vida, nos últimos momentos! obrigado!

Deixe seu comentário

Website