DVD’s protegidos

Categoria: Ubuntu | Palavras-chave: , , , , ,

A ideia de fazer este artigo veio do pedido de ajuda de um Ubuntero que entrou em contato comigo por e-mail para tentar resolver o problema com alguns DVD’s protegidos. Sim isto mostra muito bem porque estas proteções não são nada boas.

Sem enrolação, vamos ao que é necessário para que todos possam assistir aos seus DVD’s originais que custaram caro.

Abra o terminal, pressione Ctrl+Alt+t, e digite ou cole estes comandos(os comandos são bem grandes, por isso recomendo que copie e cole):

sudo -E wget --output-document=/etc/apt/sources.list.d/medibuntu.list http://www.medibuntu.org/sources.list.d/$(lsb_release -cs).list && sudo apt-get --quiet update && sudo apt-get --yes --quiet --allow-unauthenticated install medibuntu-keyring && sudo apt-get --quiet update
sudo apt-get install app-install-data-medibuntu apport-hooks-medibuntu

Depois digite o seguinte comando:

sudo apt-get install libdvdcss2

Pronto, agora você já consegue assistir aos seus DVD’s.

O que fizemos com estes comandos foi adicionar o repositório Medibuntu que é um repositório de programas e bibliotecas voltado a sistemas multimídia. Nele temos algumas bibliotecas que não podem ser distribuídas por padrão por exigirem pagamento de licenças em alguns países, isto não se aplica ao Brasil.

Se quiser saber mais sobre o Medibuntu, visite o site do projeto em http://medibuntu.org/

Publicado em 10 de Março de 2012 | Deixe seu comentário

Ivan Brasil Fuzzer

Ivan Brasil Fuzzer

Faço parte do grupo Tchelinux(http://www.tchelinux.org). O Tchelinux é um grupo de voluntários que trabalha com software livre e ainda acredita que boas coisas podem ser feitas nesta comunidade; desde que saibamos repassar aos que estão iniciando que Software Livre é um aprender e repassar o conhecimento incessante. Sou líder do Ubuntu-BR-RS juntamente com a Marta Vuelma. Tentamos divulgar a distribuição e auxiliar novos usuários por todo o estado do Rio Grande do Sul, as vezes em outros estados também. Sou um amante incondicional de software livre. Vivo apaixonado pelo Ubuntu.

Mais posts do autor (856)

Deixe seu comentário

Website