VídeoCast 12

Categoria: Ubuntu, VídeoCast | Palavras-chave: , , , , , , , ,

Neste episódio não temos review, graças ao novo nome consegui me livrar deste fardo. Como o site teve um artigo que gerou uma boa repercussão e algumas pessoas não entenderam direito o objetivo do artigo, aqui tento explicar melhor o meu dia de produção no Gnome-Shell. Também tento explicar melhor sobre os artigos de resposta dos bancos com relação aos seus Home e Office Bankings.

Publicado em 8 de abril de 2012 | 5 Comentários

Ivan Brasil Fuzzer

Ivan Brasil Fuzzer

Faço parte do grupo Tchelinux(http://www.tchelinux.org). O Tchelinux é um grupo de voluntários que trabalha com software livre e ainda acredita que boas coisas podem ser feitas nesta comunidade; desde que saibamos repassar aos que estão iniciando que Software Livre é um aprender e repassar o conhecimento incessante. Sou líder do Ubuntu-BR-RS juntamente com a Marta Vuelma. Tentamos divulgar a distribuição e auxiliar novos usuários por todo o estado do Rio Grande do Sul, as vezes em outros estados também. Sou um amante incondicional de software livre. Vivo apaixonado pelo Ubuntu.

Mais posts do autor (856)

5 Comentários

  1. Ivan,
    Você tem certeza que usou o GNOME Shell mesmo? Ter que usar o mouse para tudo nele!!! Por favor, heim, você não deve ter buscado nada na ajuda do próprio GNOME. E é porque você já tinha familiaridade com o Unity, não é mesmo, uma interface que copiou muito do GNOME 3 que chegam a ser visualmente semelhantes. Pois eu não uso o mouse para praticamente nada em meu Debian Wheezy. Assim como no Unity. É claro, com o HUD a coisa ficará em um outro nível e eu, confesso, gostaria de ver essa funcionalidade no GNOME 3.
    Também gostaria de ver no GNOME a integração do menu de todas as aplicações na barra superior (funcionalidade originário do SO da Apple).
    Bom, sei que você deve amar o Ubuntu e tudo o que vem nele, também gosto dele (minhas divergências são quanto aos rumos que a Canonical o levará – eu pulei desse barco já sabendo o fim disso), mas suas críticas são bastante infundadas quando ouvidas por um usuário real do GNOME 3. Como você o instalou no Ubuntu talvez isso tenha prejudicado sua experiência com o mesmo. Sugiro que use alguma distribuição que já venha com o mesmo instalado por padrão. Pegue a liveUSB do próprio projeto em http://ftp.gnome.org/pub/GNOME/misc/promo-cd/GNOME-3.4.iso mas dessa vez leia um pouco a documentação em https://live.gnome.org/GnomeShell/CheatSheet. Ah, as teclas de atalho para o GNOME 2.x.x são válidas para a maioria dos aplicativos atuais no GNOME 3.

    • Lex,

      Depois de postar eu fui descobrindo que nem tudo estava na versão 3.4 e que muita coisa ainda permanecia na versão 3.2 e acredito que a experiência pode estar um pouco melhor, mas não acredito que seja tão melhor assim. Quanto a usar bastante o mouse, antes falei com um usuário que utiliza o Shell desde o início e não simpatiza com o Unity e ele me confirmou que o mouse é realmente muito utilizado no Gnome-Shell, não é para tudo, mas para muita coisa.
      Eu gosto muito do Unity, não é amor, é gostar do que me torna produtivo, desde a versão disponibilizada para netbook que muitos nem conheceram, coisa que até agora não foi possível com o Shell. Já baixei uma versão do Gnome 3.4 do site oficial do projeto e logo farei novos testes, mas vai ser necessário ter algo muito bom para que eu volte a testar o mesmo em um dia de trabalho real.
      Ler a documentação é interessante e algumas vezes bastante necessário, mas porque eu preciso ler documentação em uma interface que se diz mais intuitiva e na que não seria intuitiva eu não preciso? Não vale dizer que eu estou acostumado, não nasci trabalhando no Unity e não precisei de documentação para trabalhar nele.

  2. Tiago disse:

    O Itaú funciona no linux se o java SE estiver instalado corretamente para funcionar no navegador que estiver sendo utilizado.

    Mas de qualquer forma o banco deveria saber informar como se faz isso.

  3. Magno Tavares disse:

    Olá Ivan, seu vídeo estava ótimo.
    Concordo com você, o Gnome Shell pode ser bom, mas o Unity é mais produtivo.
    Por curiosidade, você já testou o KDE 4.8? Atualmente é a minha interface padrão, pois eu não gosto do Gnome Shell e acho o Unity pouco personalizável.
    Se possível, gostaria de ver um review sobre a mais nova versão do KDE.

Deixe seu comentário

Website