Ideias para aumentar a arrecadação do Ubuntu Edge

Categoria: Ubuntu | Palavras-chave: , , ,

edge-2-large

Como todos já devem saber, está difícil de alcançar a meta dos 32 milhões de dólares para que seja possível a fabricação do Ubuntu Edge. Depois de bater recordes nos dois primeiros dias, as doações ficaram menores, não chegaram a parar, mas não conseguiram manter a velocidade necessária para se manter na linha mínima para alcançar o objetivo até a data limite, dia 21 de agosto.

Para tentar virar este jogo, Michael Hall está fazendo um pedido para todos que tenham alguma ideia de como alavancar as doações, que o faça em uma thread no reddit. Não há garantias de que todas as ideias sejam usadas, mas todas serão levadas até quem pode tomar a decisão de usá-las ou não.

Existem alguns limites para o que pode ser feito, por exemplo, não tem mais como baixar novamente o valor dos aparelhos, o valor que os fabricantes pedem é $ 800 por aparelho. Ideias de prêmios de menor valor são bem vindos, claro que os prêmios tem que ser de menor valor do que a doação para que exista dinheiro para fabricar os aparelhos.

Se você tem uma boa ideia, corre lá no reddit e registre para que todos possam opinar sobre ela e até melhorara. O que será o melhor smartphone jamais fabricado depende de todos nós.

Publicado em 5 de agosto de 2013 | 13 Comentários

Ivan Brasil Fuzzer

Ivan Brasil Fuzzer

Faço parte do grupo Tchelinux(http://www.tchelinux.org). O Tchelinux é um grupo de voluntários que trabalha com software livre e ainda acredita que boas coisas podem ser feitas nesta comunidade; desde que saibamos repassar aos que estão iniciando que Software Livre é um aprender e repassar o conhecimento incessante. Sou líder do Ubuntu-BR-RS juntamente com a Marta Vuelma. Tentamos divulgar a distribuição e auxiliar novos usuários por todo o estado do Rio Grande do Sul, as vezes em outros estados também. Sou um amante incondicional de software livre. Vivo apaixonado pelo Ubuntu.

Mais posts do autor (856)

13 Comentários

  1. Sidnei Campos disse:

    Eu não tenho dinheiro para doar, mais estou divulgando nas redes sociais e com amigos. É o que eu posso fazer no momento.
    Valeu pela sua iniciativa.
    Um Abraço

  2. Scheldon disse:

    Legal ver a canonical interagindo com a comunidade.
    Porém ainda acho o ubuntu edge é faraônico demais para conseguir arrecadar o valor necessário, um aparelho mais simples (e consequentemente mais barato) teria muito mais facilidade de arrecadar o valor.

    • Se fosse mais simples eu acredito que não cumpriria o seu objetivo que é ser o primeiro a implantar a tão falada convergência. Com menos capacidade talvez não fosse capaz de ser o desktop que promete ao ser plugado na dock. O hardware é bastante avançado, mas necessário para fazer o que se propõe. Tá certo que 32 milhões é um valor muito alto, mas talvez seja exigência dos fabricantes uma quantidade mínima e para isso os 32 milhões sejam necessários.

      • scheldon disse:

        Só o vidro de safira deve custar mais de 200 dolares (tanto que nem a apple o adotou ainda, e olha que eles tem essa vontade a anos) e nao vai influenciar no desempenho. alem do mais o investimento inicial da xaomi foi bem menor que 32 milhões por exemplo.

  3. Nilo disse:

    Uma dúvida. Quem fizer a doação para adquirir um aparelho desses aqui no Brasil poderá usa-lo em 2014?

    Lembro que a Anatel está trabalhando junto às operadoras para bloquear todos os aparelhos que não sejam homologados (para combatera a pirataria).

    Adoraria adquirir um desses, mas não quero só um PC de bolso. Se a Canonical demonstrar que pretende homologar ele aqui no Brasil poderia atrair novos consumidores.

    • Esta é uma ótima pergunta, já que o governo não sabe como vai fazer para lidar com estrangeiros que estarão visitando o país. Como foi planejado o bloqueio, só brasileiros poderão usar telefone celular no país.

      Tenho certeza de que a Canonical não homologará o aparelho, simplesmente porque ela não o fabricará. O que a Canonical está fazendo é juntando pessoas para fazer o pedido mínimo para a fabricação. Quem cuidaria destes problemas de homologação seria o fabricante.

  4. Davi disse:

    O questionamento de nosso amigo sobre o estrangeiro e simples.Empresa para homologar um protudo ela paga pelo direto que é um processo rapido. E essa processo de bloqueio e para tirar do mercado os pseudo celulares , como vemos hip-phone que replica do iphone e que roda em java nem é android (pelo menos) .Querem tirar esses xing-ling

    • Não é só pagar e está homologado, tem que seguir algumas regras. A ideia é tirar os xing-link, porém foi mal feito e vai tirar qualquer aparelho que não tenha sido registrado no Brasil, isso inclui quem comprar um Iphone 5 ou um Galaxy S4 nos Estados Unidos, simplesmente não vão funcionar aqui. Este é um problema que estão discutindo como resolver ainda.

  5. Beto disse:

    Tenho grande interesse neste aparelho. A proposta de convergência que ele traz é revolucionaria, e pelas características do produto(quad-core, 4 GB de ram) ele será melhor que meu notebook :P. Terei um aparelho completo no bolso… Porém minha grande dúvida é: até posso “comprar” um para ajudar o projeto. Mas quando ele chegar aqui no Brasil, precisarei pagar mais taxas (alfândega)? O que provavelmente deixaria o aparelho com o triplo do preço. Alguém já fez esse tipo de compra?

    • Com certeza terão taxas e o valor vai subir bastante, esse é um problema do qual nós brasileiros não temos como fugir. E o processador não está definido, pode ser quad-core, pode ser octa-core ou até algo melhor.

      • Beto disse:

        Puxa é uma pena… Pois, gostaria de ajudar um pouco com o projeto. O preço já é bem elevado e pagar mais para recebê-lo se tornaria algo impossível. Mesmo se tratando de um quad-core (ou melhor). Mas a proposta do aparelho e suas configurações são muito boas, pena que não esteja sendo muito apoiada por grandes organizações…
        Obrigado pela resposta!