Review – Notebook Dell Inspiron 14R com Ubuntu pré-instalado de fábrica

Categoria: Ubuntu | Palavras-chave: , , , ,

Artigo enviado por Jonathan

É chato, iniciar um artigo com alguma desculpa, mas não escrevi o artigo antes por problemas pessoais. Cheguei a gravar todo processo, mas por usar uma webcam o áudio ficou horrível, tentei instalar um editor de vídeo para tentar resolver, o que não ajudou, daí a iniciativa de escrever o texto. Quando estava pesquisando sobre este notebook Inspiron 14R, não encontrei muita informação a não ser a do próprio site da Dell, motivando a escrever o artigo pensando em outros usuários que pretendam adquirir uma dessas máquinas. Bem vamos ao que interessa…

inspiron-14r-1

Já na próxima imagem você confere como ele vem bem protegido de fábrica, gostei desse cuidado, o notebook vir com essas bolsas de ar como ocorre com cartuchos do tipo toner.

inspiron-14r-2

Dentro do conteúdo da caixa o que vem é bem simples. Apenas manuais, notebook e a fonte de alimentação.

inspiron-14r-3 inspiron-14r-4

Quem ainda não viu o notebook com Ubuntu pré-instalado, vai curtir estes pequenos cuidados que a Dell teve, como o selo que indica que o sistema é o Linux, super bacana.

inspiron-14r-5

Ao ligar o notebook pela primeira vez, nós realizamos a instalação do sistema. Surge uma tela com um pequeno vídeo levando a entender o que encontraremos no sistema. Depois dessa introdução começa realmente a instalação do sistema, algo comum para quem já instalou o Ubuntu alguma vez com configuração de idioma etc…

inspiron-14r-6

Nessa próxima imagem vocês conferem como ficou a configuração do sistema. O sistema vem de fábrica com o Ubuntu precise 12.04, foi a distribuição de longo suporte que a Dell adotou para seus notebooks com Linux, no meu entender uma decisão bem acertada. Todavia devo destacar que o sistema precisa ser atualizado, recordo que logo de início foram necessários baixar pouco mais de 500mb de atualização. Não compreendi o motivo da Dell, não trazer uma imagem mais atualizada do 12.04, atualmente na 12.04.3. A consequência imediata é ter vários programas desatualizados como o libreoffice que estava na versão 3.4.

inspiron-14r-7

O sistema tem um boot, bem rápido cerca de 10s à 9s. Muito rápido para abrir programas(óbvio que tem a influência de outros fatores).

Escolhi o Dell Inspiron 14R de melhor configuração:

  • Core i5 de terceira geração
  • 6 giga de RAM DDR3
  • hd de 1 terabyte
  • placa de video NVIDIA 730m de 2 giga de RAM

Tem algo que devo comentar em maior detalhe, sobre a placa dedicada da NVIDIA, escolhi o notebook por ele vir com ela, pouco depois soube de alguns problemas envolvendo o uso de placas híbridas de vídeo. A placa não tem um driver específico para ela no Linux, devido a tecnologia optimus, olhe o link . O que fiz foi usar a alternativa chamada bumblebee, para poder economizar bateria, pois antes dela o note esquentava muito rapidamente, já que não conseguia identificar em que momento ativar a placa, o que resolveu a questão.

Não adquiri o notebook para jogar, mas se tivesse vontade, que fosse no mínimo com uma configuração razoável. Tinha imaginado o uso da placa com o programa Blender 3d que utilizo, para fazer coisas mais básicas. Quem mexe com programas 3d deve entender o que estou falando. Como esperamos saber a bateria do notebook tem maior desgaste conforme o uso do sistema. Daí a solução bumblebee e outras aliadas para aumentar o tempo de duração da bateria, caso não tivesse uma tomada próxima. Para se ter uma ideia a bateria na configuração original durava cerca de 4 horas e com as alterações saltou para 7 horas aproximadamente. Esse foi um dos motivos que posteriormente me fizeram quase arrepender de ter comprado com a placa da NVIDIA. Porém para a felicidade geral de todos, a NVIDIA divulgou recentemente que pretende melhor esse problema.

Para concluir, outra coisa que não gostei muito foi como o sistema veio particionado, acredito que poderia vir com uma partição /home separada, o que não ocorre, ela é útil pois numa futura atualização do sistema você pode manter seus arquivos, apenas atualizando a distribuição sem ter todo esforço de fazer vários backups. No mais o notebook é muito bom, depois das atualizações e pequenos ajustes a máquina ficou ótima. Espero que as informações aqui, possam ter ajudado.

Gostou do review do notebook? Compre por este link e ajude o site.

Publicado em 30 de setembro de 2013 | 32 Comentários

Ivan Brasil Fuzzer

Ivan Brasil Fuzzer

Faço parte do grupo Tchelinux(http://www.tchelinux.org). O Tchelinux é um grupo de voluntários que trabalha com software livre e ainda acredita que boas coisas podem ser feitas nesta comunidade; desde que saibamos repassar aos que estão iniciando que Software Livre é um aprender e repassar o conhecimento incessante. Sou líder do Ubuntu-BR-RS juntamente com a Marta Vuelma. Tentamos divulgar a distribuição e auxiliar novos usuários por todo o estado do Rio Grande do Sul, as vezes em outros estados também. Sou um amante incondicional de software livre. Vivo apaixonado pelo Ubuntu.

Mais posts do autor (856)

32 Comentários

  1. Angelo disse:

    Olá Ivan, gostaria de saber se a versão linux que veio com o computador tem alguma modificação ou aplicativo da dell. Tenho o mesmo computador, mas comprei com o “outro” sistema e instalei o ubuntu 13.04.

    • Angelo, temos que aguardar uma resposta do Jonathan, mas quando eu comprei o meu com Ubuntu tinham pequenas alterações e a versão não era uma LTS.

    • Jonathan disse:

      Ele vem com o Ubuntu 12.04 LTS de fábrica, sem modificação, O que vem por padrão da Dell são ferramentas de backup para restauração do sistema, para prevenir acidentes, aliás foi uma das primeiras coisas que fiz, ter um disco de emergência para evitar futuros problemas.

  2. Luiz Carlos disse:

    Tenho um Samsung que usa essa nvidia optimus, e com sinceridade ela é um mico no ubuntu. A Dell poderia ter colocado um HW mais compatível com o Ubuntu.

    • Jonathan disse:

      Não diria que o problema é o hardware e sim a placa com tecnologia optimus, adota-la sem o devido suporte, me parece um erro. A sugestão que fiz foi o bumblebee, já minimizou em muito o problema. Interessante é o notebook com a placa de vídeo da intel, pois ela apoia software livre. E tem drivers compatíveis com linux. Fora esses detalhes, o que esqueci de destacar no artigo é o teclado muito bom(mesmo sem alfanumérico) bem confortável e o touchpad grande, diferente do que se encontra em outros notes por aí, com funcionamento e precisão de qualidade no Ubuntu.

  3. Muito bom cara… Em alguns meses eu vou comprar um e você já deu o caminho das pedras… Valeu!
    E Angelo, deu tudo ok com o Ubuntu 13.04?

    Abrigado

  4. Antonio disse:

    Impressionante foi o que um “POG” fez com a bateria, 7 horas é obra!

    • Jonathan disse:

      Bacana, sem dúvida, mas não foi tudo apenas o bumblebee. Adotei algumas outras soluções simples, como usar um script para desahabilitar o bluetooh que toda vez que iniciava o note o ativava por padrão. Além disso usei laptop mode tools que ajuda a economizar a bateria. Vi outra solução TLP, mas para usa-lá tem de tirar o laptop mode tools, pois são incompatíveis. No mais reduzir o brilho da tela e algumas mudanças no tema para tons escuros, ajudou a alcançar esses números e em alguns momentos chagou à aparecer 8 horas. Claro que tudo isso varia conforme a utilização do equipamento.

      • Antonio disse:

        De qualquer forma, parabéns, 7 horas é impressionante. Quem sabe uma hora você posta exatamente os passos a efetuar, se bem que depende muito do hardware de cada aparelho, mas… Fico imaginando um tablet com umas gambiarras as horas de bateria que suportaria…

  5. Jonathan disse:

    Tem de agradecer o jefferson, se não fosse a dica do bumblebee, no link para o blog dele relacionado no artigo acima. Não instalei o steam da valve. Mas vou tentar escrever outro artigo sobre economia de bateria em note, usando algumas soluções automatizadas por scripts. As outras sugestões como a mudança de tema para tons mais escuros são bastante úteis. Com relação aos tablets(já tive uma da motorola) eles já são equipamentos mais econômicos pelo seu tamanho. Tem é de verificar se tem uma boa bateria e principalmente ficar atento quando usa vários programas e os mesmos ficam em subprocesso(mesmo não sendo usados ficam ocupando espaço na memória) o que aumenta o consumo de energia.

  6. Fabiano disse:

    Experimentem o Mint15 64bits.
    Intel+
    Seja Livre. Seja Linux.(:>

    • Jonathan disse:

      Testei o Mint 12 32bits, sinceramente achei lento. É tudo que me recordo agora. Mas vou baixar a iso do 15 64bits e usar no virtual box para ver como está.

  7. Marcelo disse:

    Muito bom.
    Ele vem com SSD? Caso afirmativo, o Ubuntu está configurado para fazer cache c/ ele?

  8. Jonathan disse:

    Não é SSD, somente um hd sata de 1 tera. Na minha opinião mais que suficiente. O boot tb é bem rápido.

  9. Romualdo disse:

    Interessante o artigo e o link postado. Qdo vi no sítio da dell que a configuração com Ubuntu tava mais cara do que com o windows protestei com o representante deles no chat. Depois de todo esforço dele para me convencer a ficar com o ruindous, a saída proposta por ele foi a de que eu adquirisse com o so do mal e quando eu recebesse não registrasse e entrasse em contato com o pós venda delas solicitando o reembolso, ou seja, compraria a configuração “mais barata” (com so pago, pasmem) e ainda teria a restituição por não usá-lo (doido, né?). Só que quando eu liguei no pós-venda deles, a dona que atendeu me propôs que eu suportasse o ruindous, ficando a vontade para criar meu dual-boot para o so do bem, e eles me restituíriam em 70% do valor do ruindous para ficar com ele. Negociei mal, pois aceitei de cara. Deveria ter feito uma contraproposta de 80% de restituição do so do mal, que acho que eles aceitariam. Incrível o desespero da micosoft de passar o ruindous 8 de qualquer maneira (no caso através dos fabricantes de computador). Tb pudera, com o so livre bombando na telefonia móvel…

  10. jonathan disse:

    Na boa, essa briga é velha sobre a restituição(numa pesquisa na rede pode encontrar maiores info) pode parecer louco, só que existe a previsão legal para a reembolso do valor, mas vou te falar acredito ter pago um valor bom por este note. Ele saiu na casa dos 2000 reais, tive uns 200 de desconto, por ser a primeira compra no site da dell, mais o corte de preço que as empresa estava dando em compras acima de um valor x. Agora se fosse você formatava a máquina que comprou e instalava o ubuntu 12.04 LTS, mais o libreoffice e já tá bacana. Só não esqueça de olhar na bios se o uefi está desativado, se não sabe do que estou falando na rede encontra fácil mais infos.

  11. Romualdo disse:

    Sei do que você fala. Mas a ilusão de estar “ganhando” as custas do merchandising da micosoft falou mais alto e acabei instalando o Ubuntu 13.04 em dual boot com o ruindus 8 e tá tudo rodando macio (claro o Ubuntu tá uma Ferrari perto do so do mal). No final, com os 70% de “desconto” que eles me deram para eu ficar com o so porqueira, me custaram 1800 pilas. Acho que não foi um mal negócio, né ;- . No mais o ruindous pode me ser útil para alguns aplicativos como o pspice (infelizmente, o gspice, ainda, nem chega perto) e arrumar o pspice no wine é osso.

  12. Romualdo disse:

    Ah, mais uma coisa que eu achei engraçada: o note que me enviaram veio sem o selo do so do mal (só veio com as plaquinhas do i5 e da geforce). Acho que o pessoal da dell não queria que eu ficasse nervoso né? O problema é a tecla super. Vou ver se arrumo um decalque de pinguim ou de gnu para colar em cima, rs.

  13. Romualdo disse:

    Ixi, Jonathan. Acabei de dar um zoom numa das fotos que você postou e vi que no lugar da tecla super, veio o símbolo da micosoft. Absurdo! Vc pagou por um note com o Linux e ainda lhe mandam com o logotipo da mico. Ah, se eu fosse você reclamava…

    • jonathan disse:

      É na minha opinião são alguns cuidados nesses detalhes que faltam para o usuário ter aquele gosto de comprei um pc com S.O livre. Mas essa ausência tem um nome mais real, redução de custos. Não me recordo agora, mas tinha visto alguém aqui do brasil que mexe com S.O livre que tinha feito uns decalques desse para colocar por cima do logo da ms na tecla super(se encontrar comenta aí que mais pessoas devem querer rs). Também não acho que fez um mal negócio, particularmente usei durante um bom tempo o linux em dual boot com windows, mas hoje não tenho mais essa necessidade e o linux tem me atendido 100%, coisa que a uns 16 anos atrás se ralava muito pra deixar o linux legal. No mais te desejo boa sorte com o brinquedo novo.

  14. Comprei um Inspiron 14R, só que i7 8GB e com Windão, não tinha mais opção com linux :(
    Agora vai começar minha batalha para instalar algo que não trave assim que liguei pela primeira vez.

    • Romualdo disse:

      Oi Raphael, boa compra. Tá ligado que se quiser pode exigir a devolução do uindus, né? Se criarem dificuldade, fique a vontade para citar o meu precedente (apesar de que, no meu caso acabei aceitando o ruindous em troca de uma razoável restituição parcial e acabei ficando com Linux e uindus em dual boot como pode ver na postagem acima).

  15. Rodrigo Fernandes disse:

    Tenho esse notebook também. Comprei o meu na época com Windows 8, pois não tinha mais a opção com Ubuntu. Como tinha uma licença de Windows 8 e Windows 7, me devolveram o valor do Windows e do Antivirus. Depois de muito procurar finalmente achei esse post…quero…e tenho muita vontade de usar somente linux em casa. Só utilizo para ver filmes e animes na tv…para trabalhos da faculdade….acessar o banco do brasil…..e mais nada….e acho que para isso o ubuntu me serviria muito bem. Vou fazer uma backup essa semana, e vou fazer a instalação do zero, agora que vi essa dica sobre a vga.

    • Jonathan disse:

      Algo que talvez algumas pessoas não saibam, sobre essa questão de não ter o PC com ubuntu disponível. Antes de comprar negociei com um atendente da dell e consegui um bom desconto na época. Uma das coisas mais acertadas que fiz, pois havia economizado e pude pagar à vista. Ao comprar um note se o modelo disponível não constar no site, é interessante tentar o contato com um atendente e se for sua primeira compra pode conseguir mais algum desconto. É claro que o produto pode estar realmente indisponível por conta de falta de estoque, mas pode acontecer de terem o produto e demorado para atualizar.

    • Romualdo disse:

      Boa, Rodrigo Fernandes. Só que no caso de acessar banco, é importante não esquecer que a versão do Java a ser instalada tem que ser a mesma do banco. No meu caso, como não tinha, ainda, a versão do Java no formato *.deb instalei a versão .rpm usando o Alien. No caso, para o banco enxergar, tive que entrar como root no configurador do java e mudar algumas coisas de segurança. Ah, mais uma coisa, acrescentando ao que o Jonathan disse: mesmo que tiver configuração com o Ubuntu e o Dell que tiver com o Ubuntu for mais caro que o Dell com o sistema do mal, você pode questionar a contradição que eles te dão a opção de adquirir com a configuração mais “barata” e depois é só ligar para o pós vendas depois e requerer a devolução do ruindous e o crédito em sua conta do valor dele. Mas, lembre-se: é fundamental que isso fique firmado com o vendedor antes.

  16. Bárbara disse:

    Olá. Adquiri recentemente este notebook da dell mas o meu veio com windows 8 de fábrica. Logo que liguei a máquina já fiz os procedimentos para instalar a versão 12.04 do ubuntu e deletar o windows de vez. Mas agora sempre que ligo o note aparece uma caixa de mensagem vermelha com os seguintes dizeres: invalid signature detected. check secure boot policy in setup. Dou ok e liga normal a máquina. Minha dúvida é se isso pode dar algum problema depois ou se posso simplesmente ignorar. Se puderem me ajudar, agradeço.

    • Jonathan disse:

      Barbara, você precisa acessar o setup da BIOS e alterar o carregamento do sistema, não recordo exatamente a tecla mas ao ligar o pc aparece qual tecla apertar. Com isso consegue modificar a opção para desabilitar o security boot. E ter o carregamento do linux sem problemas.

  17. Jonathan disse:

    Barbara, você precisa acessar o setup da BIOS e alterar o carregamento do sistema, não recordo exatamente a tecla mas ao ligar o pc aparece qual tecla apertar. Com isso consegue modificar a opção para desabilitar o security boot. E ter o carregamento do linux sem problemas.

  18. É a primeira vez que eu uso ubuntu e estou muito satisfeito e feliz com o resultado. Eu não costumo comentar sobre nenhum serviço mas esse simplesmente é incrível não pretendo voltar a usar o outro sistema operacional que só tive dor de cabeça. Muito obrigado Linux, Ubuntu, eu não tenho palavras para agradecer a vocês e assim que terminar a faculdade vou buscar meios de apoiar vocês. Coninuem assim.

Deixe seu comentário

Website