Ubuntu trará a verdadeira convergência antes da Microsoft

Categoria: Ubuntu | Palavras-chave: , , ,

Dispositivos com Ubuntu

A convergência já deve chegar no Ubuntu 14.10 ou mais tardar na versão 15.04, aonde a mesma base de código (sistema operacional) irá rodar nos smartphones, tablets e desktops.

Em entrevista concedida a PCPro o diretor da Canonical, Mark Shuttleworth falou sobre os planos de convergência para o Ubuntu, aonde o atual ciclo de atualizações poderá ser abandonado e sendo liberadas automaticamente “sempre” que estiverem prontas.

Essa não seria a primeira vez que o ciclo de atualizações do Ubuntu seria alterada, recentemente o período de suporte das versões interim (versões não LTS) passou de 18 para 9 meses, cogitando-se até que nas próximas versões o Ubuntu poderá se tornar uma pseudo “rolling release”.

Shuttleworth também comentou a respeito da verdadeira convergência móvel/desktop, acreditando que o Ubuntu vai sair na frente da Microsoft nessa nova tendência de mercado. “Aplicativos Web e Aplicativos Nativos criados para Android estão muito mais perto do Ubuntu do que para o Windows. Muitos desenvolvedores Android usam o Ubuntu, e desenvolvem seus aplicativos no Ubuntu, por isso é muito mais fácil para eles fazerem isso ao mesmo tempo”, argumentou Shuttleworth.

Perguntado se a Canonical já possui parceiros de hardware dispostos a produzir telefones e tablets Ubuntu Mark foi um pouco mais tímido, dizendo que, embora não existam atualmente “parceiros anunciados” vários “dispositivos de ponta” estão sendo testados internamente como o sistema operacional. Isso significa que existe um “forte sinal de interesse” e a Canonical está tranquila nesse ponto.

Recentemente a Canonical anunciou que já possui um parceiro para trazer o Ubuntu Touch instalado de fábrica, e que o primeiro smartphone com Ubuntu será lançado em 2014. O nome da empresa que irá produzir o telefone ainda não foi revelado.

Com informações: OMG! Ubuntu!

Publicado em 30 de dezembro de 2013 | 8 Comentários

Rudinei Weschenfelder

Rudinei Weschenfelder

Técnico em informática, desenvolvedor web, empresário e entusiasta de tecnologias livres. Líder do Time de Documentação do Ubuntu Brasil (Ubuntu-BR-DOC), membro do Time de Tradução do Ubuntu Brasil (Ubuntu-BR) e do LoCo Team Ubuntu-BR-RS.

Mais posts do autor (15)

8 Comentários

  1. Enzzo disse:

    Uma pena que o Ubuntu será unificado entre desktop & mobile e ao mesmo tempo se separa de toda comunidade linux, impondo seu mir =(

  2. Antonio disse:

    Estão no bom caminho IMO.

  3. Leonardo disse:

    A convergência de plataformas também não trará uma maior vulnerabilidade ?

    • Leonardo, não consigo ver porque traria uma maior vulnerabilidade. Porque você acha isso?

      • Leonardo disse:

        Ivan, não é uma crítica (eu uso o Ubuntu) nem sou especialista na área. A dúvida é que, tendo um SO rodando em várias plataformas, ao aparecer algum tipo de malware pra celular, não iria pelo menos facilitar a contaminação de outros dispositivos, como tablets, desktops etc?

        • Rodrigo disse:

          Você tem meia-razão.

          O que a Canonical quer é fazer um sistema que permita rodar os mesmos aplicativos em ambas as plataformas, e claro que a possibilidade de rodar o mesmo software no smartphone e no desktop dá a possibilidade do mesmo vírus rodar em ambas as plataformas.

        • Leonardo, a estrutura de permissões continua sendo a mesma do desktop e isso é o que permite que não haja alterações quanto a vulnerabilidade.

Deixe seu comentário

Website