Separando o Joio do Trigo

Categoria: Ubuntu | Palavras-chave: , ,

joio e trigo

Ultimamente temos enfrentado uma grande campanha, não declarada, de ódio contra a Canonical e o Ubuntu, não que algumas decisões não sejam dignas disso, mas precisamos separar o joio do trigo quando algumas notícias são divulgadas.

Nos últimos meses de 2013 tivemos duas notícias que geraram ódio em relação a Canonical e ao Ubuntu. Na primeira, foi atribuída a Canonical uma declaração que dizia que o Linux Mint era inseguro, logo depois foi visto que não passava de uma opinião pessoal de um funcionário da Canonical que em momento algum disse estar se pronunciando em nome da empresa. Chegamos até comentar a respeito no Opencast #31.

A segunda notícia é mais recente e diz respeito ao Ubuntu guardar as senhas de redes wifi de maneira não criptografada, o que é verdade, porém, não é exclusividade do Ubuntu, já que ele utiliza o gerenciamento de redes do Gnome, isso mesmo, assim como várias outras distribuições, o Ubuntu utiliza o mesmo mecanismo para gerenciar conexões wifi e todas as grandes distribuições guardam suas senhas de redes wifi de maneira não criptografada, e isso há 10 anos.

Este post é apenas para alertar a todos que é necessário sempre confirmar o que se lê. Eu mesmo tinha lido da segunda notícia e confirmado sobre as senhas, mas antes de sair traduzindo artigo de outras pessoas só para ser o primeiro a postar algo, resolvi estudar mais sobre o caso e acabei descobrindo que o problema não é da distribuição, mas do software de gerenciamento usado pela maioria das distribuições.

Publicado em 7 de janeiro de 2014 | 8 Comentários

Ivan Brasil Fuzzer

Ivan Brasil Fuzzer

Faço parte do grupo Tchelinux(http://www.tchelinux.org). O Tchelinux é um grupo de voluntários que trabalha com software livre e ainda acredita que boas coisas podem ser feitas nesta comunidade; desde que saibamos repassar aos que estão iniciando que Software Livre é um aprender e repassar o conhecimento incessante. Sou líder do Ubuntu-BR-RS juntamente com a Marta Vuelma. Tentamos divulgar a distribuição e auxiliar novos usuários por todo o estado do Rio Grande do Sul, as vezes em outros estados também. Sou um amante incondicional de software livre. Vivo apaixonado pelo Ubuntu.

Mais posts do autor (856)

8 Comentários

  1. Barizon disse:

    O Android tb guarda as senhas em texto puro: /data/misc/wifi/wpa_supplicant.conf. Sendo assim não vejo motivo para as pessoas odiarem o Ubuntu, visto que até uma “distro” mobile baseada em linux faz o mesmo. Aliás, esse ódio da distro X ou da distro Y é comportamento de criança, como as pessoas esperam que um SO cresça dentro do próprio ecossistema se temos “facções religiosas opostas” dentro dele? As pessoas precisam parar com essa atitude que só serve para atrasar o crescimento do sistema.

  2. carlos disse:

    O caso da senha em texto puro deveria ser resolvido há séculos, pois a canonical deveria saber disso. não é justificativa. mas creio que será resolvido em breve.

    qto ao jovem da empresa, a opinião dele é dele e não deixo de endossá-la. sejamos sinceros: tirante o cinnamon, o resto do mint é 100% distro chupa-cabra. nada de nvo, exceto uma vaquinha sem-vergonha no terminal…

    o resto é dotr de cotovelo. a lógica é muito simples: quem não gosta, não usa. o mark nunca obrigou ngm a fazê-lo…

    • A Canonical não tem esse poder de alterar sem acabar fazendo mais um fork. O projeto “pertence” ao GNOME.

      • platao disse:

        Ivan, eu nao estou entendendo muito bem isso, a senha nao e um arquivo do sistema que precisa ser root para poder ver esse arquivo? ela esta em /etc/NetworkManager/system-connections e so o root tem acesso a esse arquivo.

        Se eu quiser ver a senha nao seria mais facil ir no proprio network manager, editar conexoes->sem fio->editar->segurança sem fio e em mostrar senha?

  3. platao disse:

    verdade…ai nao tem como, a maioria das medidas de segurança cai por terra. Nao tinha me ligado nisso ; )

  4. Sabemos que a canonical não é santa, mas é insuportável a atitude da “comunidade” ultimamente. Você faz bem de combater essa desinformação pena que muitos estão cegos, surdos e mudos. Se ela não fosse grande já teria caído em desgraça devido essa turma que gosta é de fazer barulho para chamar atenção.

  5. carlos disse:

    Para aumentar a segurança basta criptografar o disco com uma lvm, recurso nativo no ubuntu.

    Qto a senha em texto puro,ngm precisa criar fork alterando o network-manager-gnome

Deixe seu comentário

Website