Ubuntu usará o Systemd no lugar do Upstart

Categoria: Ubuntu | Palavras-chave: , , ,

Depois do anúncio da comunidade Debian em apoio ao Systemd, agora foi a vez da Canonical, através do Mark Shuttleworth também dizer que o Ubuntu irá utilizar o Systemd no lugar do Upstart. Mark ainda pediu para que a comunidade do Ubuntu ajude na migração do Upstart para o Systemd com uma certa urgência, sem dar nenhuma data específica.

É bom lembrar que o Upstart existe desde 2006, sendo usado pelo Ubuntu, RHEL 6, WebOS e ChromOS e o Systemd desde 2010, usado pelo Arch Linux, Fedora, Gentoo, Mageia, openSUSE e outras, mas não vi ninguém dizendo que o Systemd foi a reinvenção da roda.

Nessas horas vemos quem são os trols nesse mundo, ao invés de dizer: “Enfim a Canonical está seguindo a comunidade”, os trols dizem: “A Canonical assumiu a derrota e botou o rabinho entre as pernas”.

Novamente esta imagem vale mais que mil palavras.

Pombo enxadrista

 

Publicado em 18 de fevereiro de 2014 | 2 Comentários

Ivan Brasil Fuzzer

Ivan Brasil Fuzzer

Faço parte do grupo Tchelinux(http://www.tchelinux.org). O Tchelinux é um grupo de voluntários que trabalha com software livre e ainda acredita que boas coisas podem ser feitas nesta comunidade; desde que saibamos repassar aos que estão iniciando que Software Livre é um aprender e repassar o conhecimento incessante. Sou líder do Ubuntu-BR-RS juntamente com a Marta Vuelma. Tentamos divulgar a distribuição e auxiliar novos usuários por todo o estado do Rio Grande do Sul, as vezes em outros estados também. Sou um amante incondicional de software livre. Vivo apaixonado pelo Ubuntu.

Mais posts do autor (856)

2 Comentários

  1. Eduardo Barbosa disse:

    Não sou a pessoa mais recomendada para dizer se a decisão está correta, mas gostei da Canonical seguir a comunidade. Isso demonstra que a empresa segue o meio termo e que quando é preciso, muda.

    Falando um pouco sobre esse clima de tensão, acho que todos nós somos um pouco responsáveis por isso. Em algumas ocasiões, no Opencast, foi dito que o Gnome estava tomando um caminho ruim, que deve ser por que eles querem trabalhar menos, etc… sendo que esse caminho é livre e as pessoas custam a entender isso.

    O Unity é outro ambiente muito bom e produtivo, assim como o KDE, XFCE, etc. Acho que criticar os outros é mais fácil do que achar erros no próprio…
    Enfim.

  2. scheldon disse:

    Isso é naquelas, se pegar o ubuntu + fedora + gentoo + arch + opensuse devemos ter mais da metade do mercado. Agora é sebo nas canelas pra adaptar tudo.

Deixe seu comentário

Website